Incêndio em Paris

Google Play

Apple Store

 

NFPA Noticias

Incêndio em Paris

Por Angelo Verzoni

Como muitos edifícios históricos, Notre Dame não tinha sistemas modernos de proteção contra incêndio

Em 15 de abril, o mundo olhava horrorizado a catedral Notre Dame em Paris, na França, sendo destruída pelas chamas. Por volta de 500 bombeiros responderam e puderam salvar o edifício, mas não antes da destruição de elementos emblemáticos, incluindo a flecha. Dois agentes da polícia e um bombeiro ficaram feridos no incêndio.

No meio das especulações sobre a causa do incêndio, uma coisa ficou clara a partir das numerosas notícias publicadas pela mídia nos dias que seguiram o incidente: o edifício, com mais de 800 anos de idade, não tinha sistemas de segurança contra incêndio que poderiam ter minimizado os danos. De acordo com o New York Times, esses sistemas não estavam presentes na igreja "para não alterar o aspecto do edifício emblemático ou introduzir fiações elétricas consideradas como um maior risco para a estrutura de madeira que suportava o telhado de chumbo ornamentado de Notre Dame."

Para os especialistas da segurança contra incêndio, a história era demasiado conhecida. Em países em todo o mundo, edifícios históricos sofrem regularmente danos ou são destruídos por incêndios porque estão faltando os elementos modernos de segurança, principalmente devido à falta de vontade de pagar por eles ou à preocupação de alterar a natureza histórica da propriedade.

Mas conforme escreveu Robert Solomon, diretor da Divisão de Proteção contra Incêndio dos Edifícios da NFPA, num blog no dia a seguir o incêndio de Notre Dame, os engenheiros de proteção contra incêndio estão plenamente disponíveis para trabalhar com arquitetos com vista à preservação histórica acrescentando ao mesmo tempo um nível moderno de segurança a essas propriedades. "Projetos inovadores e originais tem permitido adaptar sistemas de sprinklers nas estruturas antigas," escreveu Solomon. "Essas e outras medidas requerem um equilíbrio delicado para fornecer sistemas de proteção contra incêndio e segurança humana que sejam ao mesmo tempo efetivos e minimamente invasivos."

Os desafios e soluções para prevenir incêndios em estruturas históricas foram detalhados num artigo recente do NFPA Journal Latinoamericano, "Salvaguardando a HistoriaAngelo Verzoni

Share

Mais Notícias

nós

Quem nós Somos

A National Fire Protection Association (NFPA) é a fonte dos códigos e normas que regem a indústria de proteção contra incêndios e segurança da vida.

Atualizamos nossa política de privacidade, que inclui como são recolhidos, tratados e usados os seus dados pessoais. Ao usar este site, você aceita esta política e o uso de cookies