Desafio do lixo

Google Play

Apple Store

 

NFPA Noticias

Desafio do lixo

Por

Um enorme incêndio em Connecticut mostra os riscos de incêndio presentes nas instalações de reciclagem e depósito

Por Angelo Verzoni

Em janeiro começou um enorme incêndio numa estação de transferências de lixo em Willimantic, CT, cerca de 50 km fora de Hartford. A coluna de fumaça, preta e grossa, subindo da empresa familiar de lixo de papel, de quase dez mil metros quadrados, era tão grande que apareceu nos mapas de radar meteorológico. Foram necessários cerca de duzentos bombeiros mais de vinte horas para ter o incêndio sob controle. Embora o prédio tivesse um sistema de sprinklers funcionando e de acordo com os códigos, de acordo com a Associated Press, foi perda total.

À medida que cresce a população da Terra, também cresce a quantidade de lixo que gera; teoricamente, o número de incêndios em instalações de depósito e reciclagem também aumentará, e não é raro que os bombeiros ao redor do mundo tenham que responder a incêndios similares quase todos os dias. Incêndios nestas instalações podem ser desafiadores, em parte porque, tipicamente, ficam queimando sem chamas por um dia ou mais até que sejam completamente extintos.

O NFPA Journal recentemente pediu a Stuart Lloyd, gerente global de proteção contra incêndios de uma companhia de seguros de Zurich e especialista nestes incêndios, por que tendem a queimar por tanto tempo e como podem ser evitados.

O que faz com que as instalações de depósito e reciclagem tenham incêndios mais difíceis de extinguir?

Estas instalações normalmente tem lixo esparramado pelo piso abaixo de um telhado muito alto. Não há pilhas definidas de armazenamento, ventilação e corredores. Assim, eles não se alinham com os sistemas de proteção de sprinklers baseados na NFPA 13. É muito diferente do armazém tradicional, onde bens paletizados são armazenados em pilhas ou prateleiras com ventilação definida, corredores e altura máxima de teto definida.

A massa porosa, a granel, do lixo introduz o potencial de um incêndio queimar sem chamas dentro dela. Enquanto sistemas fixos de proteção, como sprinklers, podem controlar um incêndio na superfície da massa a granel, provavelmente não terão efeito no fogo se espalhando dentro dela porque a água não vai até ele. Por causa disso, estes incêndios podem queimar por dias. No Reino Unido tivemos incêndios que levaram uma semana ou mais para serem apagados completamente.

Quais são as consequências destes incêndios?

Durante um incêndio de lixo, normalmente o lixo não pode ser processado na instalação, mas o lixo continua chegando. Isto pode significar que tem que ser armazenado em outro lugar que não foi projetado para isso, o que pode ser perigoso, especialmente se outro incêndio começa. Poderia significar levar o lixo a outro lugar, o que cria custos maiores. Em qualquer caso, poderia causar problemas no serviço de lixo para a comunidade. Instalações de reciclagem enfrentam maiores repercussões financeiras porque não estão produzindo os produtos com a matéria prima que chega. Também pode haver problemas de saúde e riscos ambientais com estes incêndios. Com plásticos queimando em muitos deles, os gases emitidos por estes incêndios podem forçar as autoridades a fechar empresas e escolas. [Aconteceu durante o incêndio em Connecticut. – A.V]. Rios e outros corpos d’água poderiam ser poluídos pela água que escorre dos incêndios.

Considerando este tipo de impactos, como se pode prevenir incêndios nestas instalações?

Há uma quantidade de medidas que podem ser consideradas. Por exemplo, é uma boa ideia manter o lixo longe de equipamento mecânico, escapamento de veículos e qualquer coisa que possa incendiá-lo. As pilhas de lixo deveriam ser mantidas num tamanho razoável que a instalação pode manejar. Acrescentar barreiras não combustíveis para quebrar a massa de lixo e mantê-la do equipamento pode ajudar, também.

Algumas projeções estimam que, em 2100, a população do mundo estará produzindo três vezes mais lixo do que agora. Isto o preocupa?

Sim, preocupa e acho que podemos chegar a três vezes mais incêndios em instalações de lixo antes de 2100 se a capacidade de processamento de lixo não acompanhar o aumento de produção do lixo. Acho que precisamos pesquisar para ajudar a identificar melhores meios de proteção de incêndio específicos para instalações de depósito e reciclagem de lixo.

PERDA TOTAL

Bombeiros no local do incêndio de janeiro numa estação de transferência de lixo em Connecticut. Cerca de 200 bombeiros precisaram mais de vinte horas para controlar o incêndio, mas não antes que destruísse a instalação.

Share

Mais Notícias

nós

Quem nós Somos

A National Fire Protection Association (NFPA) é a fonte dos códigos e normas que regem a indústria de proteção contra incêndios e segurança da vida.

Atualizamos nossa política de privacidade, que inclui como são recolhidos, tratados e usados os seus dados pessoais. Ao usar este site, você aceita esta política e o uso de cookies