Podemos resolver

Google Play

Apple Store

 

NFPA Noticias

Podemos resolver

Por

Como os defensores dos sprinklers residenciais se juntaram com construtores para garantir uma marcante exigência de sprinklers para Las Vegas

Por Fred Durso, Jr.

Como foi que eles fizeram isto?

 

Esta foi a minha pergunta quando as notícias apareceram, em fevereiro, que o conselho da cidade de Las Vegas tinha aprovado unanimemente uma exigência para a inclusão de sprinklers em todas as casas novas de menos de 460 m2 construídas na cidade.

Eu tinha ouvido rumores que a proposta era apoiada pela associação local de construtores, o que já era difícil de entender – construtores e sprinklers domésticos são, normalmente, como água e óleo. Os construtores de casas fizeram de tudo, gastaram dinheiro, para lutar contra estas exigências. Mais de 500 milhões de dólares teriam sido gastos na última década para evitar leis sobre sprinklers pelo país, de acordo com um recente artigo na ProPublica, uma agência de notícias independente, sem fins lucrativos.

As associações de construtoras locais irritaram muitos dos defensores dos sprinklers que conheci. Os construtores distorcem as estatísticas da NFPA para apoiar sua posição de que “detectores de fumaça apenas são suficientes nas casas novas”, num esforço para reduzir a necessidade de sprinklers. Eles dizem, incorretamente, que os sprinklers são caros e desnecessários, devido a casas mais seguras. O pior é que quem toma decisões tende a acreditar nos mitos dos construtores e respondem criando leis contra os sprinklers.

Então, o que foi diferente em Las Vegas? Para as respostas, falei com Robert Nolan, vice chefe e oficial bombeiro para os bombeiros e salvamento de Las Vegas. Quando Nolan começou no departamento em 2015, seu chefe, William McDonald, disse que gostaria de ter uma regulamentação para sprinklers na cidade. McDonald vinha de Scottsdale, Arizona, uma comunidade muito considerada pelos defensores da segurança desde que passou suas próprias regras para sprinklers, lá em 1985. Como aconteceu em Scottsdale, colocar sprinklers em todas as novas casas em Las Vegas poderia ter um grande impacto na segurança das pessoas nas casas. Os corretores de imóveis Realtor.com recentemente declararam Las Vegas o maior mercado de imóveis no país, e Nolan antecipou a construção de até 1.700 novas casas por ano no futuro próximo. Nolan sabia que os sprinklers teriam que ser parte de um enfoque compreensivo à redução de riscos da comunidade. “Você não terá amplo apoio para passar uma exigência num dos segmentos das ocupações residenciais se não fizer nada nos outros segmentos”, diz ele. “É um argumento oco”.

Um segmento de alto risco era o de prédios de apartamentos. Para tratar dos problemas nestas ocupações, o departamento de Nolan desenvolveu uma parceria com construtores das vizinhanças alvo e com as populações em alto risco de ferimentos ou mortes nos incêndios. A HomeAid do sul de Nevada, um braço da Associação de Construtores de Residências do sul de Nevada, desenvolve habitações para sem tetos e veteranos; com uma parceria com a HomeAid, o departamento de Nolan fez inspeções residenciais e instalação de alarmes de fumaça nas áreas de alto risco, enquanto a HomeAid tomou outras medidas, incluindo a instalação de sprinklers para melhorar a segurança dos lares. A parceria abriu as portas para conversas sobre exigências de sprinklers residenciais, disse Nolan.

A legislação de Nevada exige uma análise de custo-benefício sobre sprinklers antes de passar uma lei. Os bombeiros da cidade solicitaram uma análise, em 2016, que foi feita pela Universidade de Nevada em Las Vegas para examinar os custos de instalação, problemas de incêndios em novas casas e o impacto de salvamento de vidas dos sprinklers. O relatório concluiu que “a cidade de Las Vegas deveria criar imediatamente” um regramento para sprinklers. O estudo também determinou que, devido à valorização das casas, “os custos dos sistemas de sprinklers seria amortizado dentro de 12 a 18 meses da instalação”.

O relatório, contudo, foi só o primeiro passo. “Nunca dissemos, à Associação de Construtores, que iríamos esmagá-los – isso nunca foi uma opção para nós, e não deveria ser para ninguém”, disse Nolan. “Descobrimos, através das negociações, o que eles queriam e o que era importante para eles. E fomos capazes de entregar a maioria das coisas”. A principal preocupação deles era que as exigências não fossem maiores que as da NFPA 13D, Instalação de Sistemas de Sprinklers em Residências Uni e Bi Familiares e Casas Pré-Construidas, porque colocar sprinklers em áreas das casas não exigidas pela NFPA 13D aumentaria os custos de instalação. Os bombeiros apoiaram o pedido.

Depois de quase sete meses de negociações os bombeiros também explicaram aos construtores sobre incentivos financeiros disponíveis aos construtores que instalam sprinklers em casas novas. Usando custos de trabalho e materiais específicos de Las Vegas, Nolan disse que a associação conseguia melhorar os custos, com a redução das exigências de largura das ruas e por ter que instalar menos hidrantes. Isto foi incorporado num relatório atualizado da UNLV publicado este ano.

A colaboração funcionou. Com apoio aos sprinklers vindo dos dois lados, o conselho da cidade os aprovou por unanimidade. Os incentivos foram incorporados num memorando de entendimento assinado pelo prefeito e a associação de construtores. Nolan disse que a cidade ainda tem que adotar oficialmente os códigos atualizados antes que as exigências dos sprinklers sejam efetivas.

Nolan descreveu o processo de Las Vegas como “um modelo de colaboração, não de coerção” – similar ao que aconteceu na Califórnia em 2010, quando uma exigência de sprinklers estadual foi publicada depois de discussões com a indústria de construções do estado. “Se os bombeiros se dispõem a conhecer a associação e demonstram um verdadeiro interesse em descobrir quais são os seus problemas – em vez de começar diametralmente opostos – acho que podem ter sucesso usando Las Vegas como modelo”, disse Nolan.

 

 

Share

Mais Notícias

nós

Quem nós Somos

A National Fire Protection Association (NFPA) é a fonte dos códigos e normas que regem a indústria de proteção contra incêndios e segurança da vida.

Atualizamos nossa política de privacidade, que inclui como são recolhidos, tratados e usados os seus dados pessoais. Ao usar este site, você aceita esta política e o uso de cookies