As seções e os capítulos nacionais da NFPA

Google Play

Apple Store

 

Perspectiva Regional

As seções e os capítulos nacionais da NFPA

Por María Isabel Barrios

Muitos de nós, membros da NFPA, sabemos que pertencemos a essa grande organização. Mas sabemos realmente como está constituída essa organização e como pode servi-la melhor? A NFPA conta com Seções e Capítulos dentro de seu esquema organizacional. Sabemos qual é a diferença entre eles? 

As Seções da NFPA são grupos de membros que têm interesses especializados e afinidades. Esses membros têm seus próprios estatutos que regem o funcionamento da Seção. Tanto a criação de uma seção como seus estatutos devem ser aprovados pelo Conselho de Diretores da NFPA. Hoje existem dezesseis seções: Arquitetos, Engenheiros e Profissionais da Construção; Proteção Industrial contra Incêndios; Aviação; Associação Internacional de Encarregados de Emergências; Sistemas de Segurança para Edificações; Latino-americana; Educação, Hoteleria, Elétricos; Chefes de Bombeiros das Áreas Metropolitanas; Educadores da ciência e tecnologia do fogo; Transporte Ferroviário; Bombeiros; Investigação; Cuidados de Saúde; Administração de Zonas de Incêndios no Campo.

Nós, que falamos o espanhol, temos a Seção Latino-americana, a única seção que agrupa seus membros por zona geográfica e compartilha o interesse comum de promover a proteção contra incêndios na região. Temos uma Seção constituída por nove diretores de diferentes nacionalidades, representando muitos setores da proteção contra incêndios. Esta diversidade enriquece o trabalho de nosso diretório. Contamos também na nossa direção com o presidente da gestão anterior e com um membro do pessoal da NFPA. Todos os anos renova-se um terço dos diretores, com o fim de obter uma atividade constante e o aporte de idéias novas. 

Ser membro da NFPA na América Latina dá-nos o direito de fazer parte da Seção, mas para isso o membro deve comunicar à NFPA sua intenção de filiar-se. A filiação pode se fazer através da página web da NFPA no seguinte vínculo: http://submissions.nfpa.org/sectionapplications/LAMRAppForm.php ou por meio de um formulário de filiação, obtido através dos fornecedores locais do programa de desenvolvimento da NFPA nos respectivos países da região.

Da mesma forma, o membro da NFPA tem o direito de pertencer a um Capítulo Nacional. Esta filiação é automática caso existir um Capítulo em seu país. Existem atualmente sete capítulos nacionais: Argentina, Colômbia, México, Peru, Porto rico, Republica Dominicana e Venezuela. Poderão encontrar informações detalhadas sobre os capítulos nacionais no seguinte vínculo: www.capitulosnfpa.org.

O capítulo mais antigo é o do México e o mais recente é o do Peru. Também temos um capítulo em processo de criação, o da América Central. Os membros dos países de América Central tomaram a iniciativa de se juntar para formar um capítulo onde se agruparão Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua e Panamá. Isso lhes permitirá somar forças para lograr aquilo que pretendem. Num futuro próximo, os modelos de capítulos da América Latina poderiam replicar-se no médio oriente. 

O objetivo principal dos Capítulos Nacionais é sensibilizar todos os agentes que intervêm diretamente ou indiretamente na segurança e proteção contra incêndios, sobre sua importância. Temos, por exemplo, as entidades governamentais, as entidades normativas nacionais, as certificadoras, os grêmios profissionais, os corpos de bombeiros. As companhias seguradoras e as empresas privadas dedicadas ao setor. Trata-se de conseguir uma relação mais fluida com eles, assim como uma comunicação constante que permita o desenvolvimento da atividade e, como conseqüência, um maior bem-estar da comunidade.

Para formar um capítulo nacional precisa-se um comitê organizador constituído por pelo menos quatro membros ativos da NFPA. Estabelecem-se as metas e desenvolve-se um plano de ação. É necessário que este comitê prepare um pedido à NFPA solicitando a formação do capítulo e junte as assinaturas de pelo menos trinta membros ativos que residam no país e que apóiem a iniciativa.

O conselho de Diretores da NFPA avaliará o pedido de criação do capítulo e responderá ao comitê organizador. Caso o pedido seja aprovado, o comitê organizador convocará uma assembléia de membros para formar a nova direção do capítulo e eleger seus líderes. É normal que os membros do comitê organizador passem a fazer parte da nova direção do capítulo pois são os que estiveram, de uma ou doutra forma, mais ligados à NFPA durante todo o processo.

De acordo com os novos estatutos da NFPA, os capítulos têm um presidente, um vice-presidente e um secretário. O presidente e o vice-presidente são eleitos pelos membros e o secretário é eleito pela NFPA porque ele será o vínculo ativo entre o capítulo e a NFPA.

Trabalhar na direção de um capítulo é uma tarefa difícil. Requer muitas horas de dedicação e perseverança. Se não houver um compromisso bem definido por parte de seus membros, os capítulos costumam começar com muito entusiasmo, mas se debilitam com o tempo; enfrentando muitos desafios, pois no seu percurso encontrarão detratores da proteção contra incêndios que, devido a interesses particulares, tentarão minar o trabalho que o capítulo desenvolve. É mais fácil ter um país sem normas de proteção contra incêndios, no qual fazer negócios é mais simples. Às vezes sentimo-nos como Don Quixote, levando a cabo uma cruzada onde são poucos os que entendem aquilo que queremos alcançar.

Em conclusão, podemos ser membros ativos ou passivos da NFPA. Se quisermos tomar uma atitude proativa podemos entrar em uma ou varias seções ou trabalhar com comitês dos capítulos nacionais. O volume de atividade dependerá do tempo que estejamos dispostos a dedicar. Nossa dedicação rende frutos porque estamos contribuindo a construir uma sociedade melhor que tem como fim primordial “salvar vidas”.

María Isabel Barrios é Secretaria da Seção Latino-americana.

Share

nós

Quem nós Somos

A National Fire Protection Association (NFPA) é a fonte dos códigos e normas que regem a indústria de proteção contra incêndios e segurança da vida.

Atualizamos nossa política de privacidade, que inclui como são recolhidos, tratados e usados os seus dados pessoais. Ao usar este site, você aceita esta política e o uso de cookies