Desafio Vertical

Google Play

Apple Store

 

Artigo selecionado

Desafio Vertical

Por Chip Carson, P.E.

Porque os pisos dum edifício devem ser separados para evitar que o fogo viaje
O fogo viaja agressivamente para cima. Por essa razão, o Código de Proteção da Vida se preocupa muito da proteção das aberturas entre pisos pelas quais a fumaça, o calor, e as chamas podem viajar para cima.

Porque os pisos dum edifício devem ser separados para evitar que o fogo viaje

VerticalChallenge 200x429O fogo viaja agressivamente para cima. Por essa razão, o Código de Proteção da Vida se preocupa muito da proteção das aberturas entre pisos pelas quais a fumaça, o calor, e as chamas podem viajar para cima. As aberturas verticais incluem todos os orifícios num piso, incluindo tubulações, condutos, cabos e penetrações de condutos; dutos; átrios e aberturas similares entre pisos.

A Seção 8.6, “Aberturas Verticais”, lida especificamente com a proteção das aberturas verticais. A Seção 8.6.1 requer que todos os pisos sejam construídos como uma barreira contra fumaça. Isto é, todas as penetrações devem ser seladas de forma que a fumaça não possa passar dum piso a outro. Como é óbvio, os pisos podem também precisar alguma resistência ao fogo, dependendo dos requisitos de construção que se encontram na Seção 1.6 de cada capítulo de ocupação e os requisitos dos códigos de construção locais.

As Seções 8.6.3 e 8.6.4 que lidam com a construção dum duto caso se realize uma abertura no piso, requerem que as paredes do duto tenham uma classificação de resistência ao fogo duma hora onde o duto conecta três pisos ou menos e de uma classificação de resistência ao fogo de 3 horas quando conecta quatro pisos ou mais. O código requer que todas as penetrações sejam seladas para prevenir que a fumaça passe dum piso a outro ou que seja construído um duto em volta das aberturas e que todas as penetrações do duto sejam protegidas para manter a classificação de resistência ao fogo das paredes.

O Código de Proteção da Vida permite apenas quatro tipos específicos de aberturas nos pisos. Faremos referência ao primeiro, encontrado na Seção 8.6.6, uma “mini-abertura”, já que o código a limita a três pisos. As mini-aberturas se encontram muitas vezes nos lobbies de entrada onde o projetista do edifício quer que uma entrada imponente se abra sobre o segundo ou terceiro piso. O código requer que os três pisos abertos sobre o vão entre pisos sejam protegidos por sprinklers automáticos. Todas as áreas não abertas sobre o vão entre os pisos, podem ser separadas por uma construção com resistência ao fogo de uma hora ou equivalente. Além disso, todos ocupantes podem ter acesso a pelo menos uma saída para a qual não precisam atravessar a áreas abertas para o vão no piso. No total, é necessário respeitar oito itens de proteção para essa abertura no piso.

A segunda abertura que o código permite é o átrio, como na Seção 8.6.7. Um átrio requer uma proteção completa por sprinklers automáticos, uma separação resistente ao fogo de uma hora ou equivalente das áreas que não estão abertas sobre o átrio, e a análise da necessidade de controlo de fumaça no átrio. Seis itens de proteção específicos são listados para os átrios.

 A terceira provisão do código que permite um orifício no piso se encontra na Seção 8.6.8.1. De fato, essa provisão não permite um orifício no chão, mas particularmente um compartimento na parte superior ou inferior do orifício que atravessa o piso. Por exemplo, uma escada entre dois pisos que não é uma saída pode ser aberta para um dos pisos. Não se requer um compartimento integral na caixa de escada, já que a escada não é uma saída e que penetra apenas um piso.

A quarta provisão para um orifício entre dois pisos se refere as vezes a uma abertura de conveniência. Essa abertura não pode ser usada para saída e não pode ser aberta sobre um corredor. Poderia ser usada como uma escada de conveniência entre dóis pisos dum edifício onde esses dois pisos são ocupados por um mesmo inquilino.

Os requisitos de separação dos pisos do Código de Proteção da Vida destinados a evitar que o fogo viaje são muito claros. Os orifícios abertos entre pisos podem cumprir uma das quatro provisões indicadas acima. A propagação do fogo entre pisos é uma preocupação importante e as provisões estritas do código para proteger as aberturas verticais refletem essa preocupação.

Chip Carson, P.E., é presidente da Carson Associates, Inc., uma empresa de consultoria sobre engenharia de proteção contra incêndios e códigos. Ele foi membro do Conselho de Diretores da NFPA.

Share

nós

Quem nós Somos

A National Fire Protection Association (NFPA) é a fonte dos códigos e normas que regem a indústria de proteção contra incêndios e segurança da vida.

Atualizamos nossa política de privacidade, que inclui como são recolhidos, tratados e usados os seus dados pessoais. Ao usar este site, você aceita esta política e o uso de cookies